segunda-feira, 29 de abril de 2019

FOTINA (c. 50), A SAMARITANA DO POÇO



Fotina, a samaritana do poço, é identificada pela primeira vez em João 4. 5-42 como a mulher que deu de beber a Jesus. No dia de Pentecoste, Fotina foi batizada, com cinco irmãos e dois irmãos. Então, começou a carreira missionária depois de sonhar com Jesus, que a orientou a ir para Roma acompanhada. Ali ela causou alvoroço, pois pregava acerca de Jesus como grande ousadia, segundo relatos. Seu trabalho atraiu muita atenção, e ela descobriu que Nero a estava procurando. Numa demonstração de coragem, ela e o filho chegaram a Nero primeiro. Fotina disse ao imperador: “Viemos ensinar a você a crer em Jesus”. Ele perguntou se todos eles haviam concordado em morrer pelo Nazareno, e Fotina afirmou que morreriam alegremente. Ela e os que a acompanhavam foram espancados e lançados na prisão. Mais tarde, foram levados a presença de Nero, que os tentou com uma oferta de muito ouro e outros bens. Nero pediu que sua filha Domina e suas escravas tentassem persuadir Fotina e seus filhos a desistir da fé em troca das riquezas.

Contudo, Fotina catequizou Domina e suas escravas, batizando-as todas. Então, a filha de Nero ordenou que todo aquele ouro fosse vendido e o dinheiro fosse distribuído entre os pobres. Furioso, Nero ordenou que todos fossem queimados. A tradição sustenta que nem o fogo nem o veneno os destruíram, e todoo, menos Fotina, foram decapitados. Sua morte, porém, não é relatada, mas sabe-se que ela cantou hinos e bendisse ao Senhor na prisão, pois bebera da “água viva”.


- Texto extraído do livro: “Sedentos por Deus”; RICHARD, J. Foster & BEEBE, D. Gale: Ed. Vida, p. 340



Curta nossa página fan page e tenha acesso a vídeos, artigos e reflexões de autores cristãos de todas as épocas: https://www.facebook.com/fabiosolafide/?fref=ts