sexta-feira, 1 de setembro de 2017

O AMOR DEVE SER FIRME

Por Hernandes Dias Lopes

Texto base: “Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte... (Ct 8.6).


James Dobson, ilustre psicólogo cristão, em seu livro O amor tem que ser firme, orienta as pessoas que ficam fragilizadas quando o casamento entra em rota de colisão a permanecerem serenas, confiantes, em vez de caírem em pânico e perderem a autoestima.

Mais de 80% das pessoas que se sentem inseguras, com medo de perder o casamento, começam a se arrastar aos pés do cônjuge fugido que não poderão mais viver caso o casamento acabe. Com isso, cometem dois erros: afastam o cônjuge que gostariam de conquistar e enfraquecem a si mesmas.

Esta atitude desperta dó e comiseração, e não amor. Ninguém fica com outra pessoa por dó. A atitude sensata não é se desesperar nem mendigar amor. Nessa hora, a única postura adequada é tirar os olhos das circunstâncias e coloca-los em Deus.

Em vez de capitular ao problema e naufragar nas águas profundas do desespero, o certo é levantar a cabeça, colocar o pé na estrada e continuar a caminhada. Mesmo que o coração esteja doendo, precisamos ter dignidade e amor-próprio, sabendo que, ainda que nosso cônjuge ou qualquer outra pessoa venha a nos abandonar, Deus jamais nos desemparará.

Por isso, precisamos estar conscientes de que o amor deve ser firme.



Texto extraído do livro: “Gota de alegria para alma”; LOPES, Hernandes Dias; Ed. Hagnos. P. 251.


Soli Deo Gloria!

Fabio Campos
“A folha branca é o meu púlpito principal.”

Curta nossa página fanpage e tenha acesso a vídeos, artigos e reflexões de autores cristãos de todas as épocas: https://www.facebook.com/fabiosolafide/?fref=ts