quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

AS ANSIEDADES DE 2016!

Por Fabio Campos

Texto base: “Cuidado para que vossos corações não fiquem pesados...” – Lucas 21.34a


O ano de 2016 terminou e com ele foi-se uma série de coisas boas e ruins. Para alguns foi um ano de glórias; para outros (talvez a maioria), foi um ano de enfado e aborrecimento. Todavia, já estão lá trás as felicidades e tristezas; derrotas e vitórias; os ganhos e as perdas. 

O que importa agora, portanto, é arrazoar pelas as Escrituras o que Deus pediu de nós, porém não fizemos. Com efeito, há uma nova oportunidade de fazer as coisas diferentes.

As palavras de Jesus no capítulo 21 do evangelho de Lucas, a partir do versículo 8, trata sobre os sinais de Sua segunda vinda. No verso 34 Jesus faz uma exortação com implicações eternas: “Cuidado para que vossos corações não fiquem pesados pela devassidão, pela embriaguez, pelas preocupações da vida, e não se abata repentinamente sobre vós aquele dia”. 

A passagem não trata do bem estar das pessoas. As palavras de Jesus não diz respeito auto-ajuda para aconselhar pessoas ansiosas. Cristo tratou das distrações que poderão afetar o nosso destino eterno. Quantas vezes o nosso coração foi tomado pelas “preocupações desta vida” desviando-se do foco. Por vezes, em nossas aflições, buscamos diversas coisas para atenuar o sofrimento causado pelas situações que nos acometeram com suas apunhaladas. Aqui é o ponto!

Meus irmãos, nosso inimigo ruge em nosso derredor, pois o seu desejo é nos devorar. Caímos quando buscamos paliativos para alegrar nossa alma cansada, por conta das “ansiedades da vida”. Nosso Senhor Jesus Cristo é o único que pode trazer a verdadeira paz. Estes paliativos, não obstante, nos aprisionam com mais grilhões. Nossa sociedade tornou-se dependente de um bando de preocupações artificiais. 

O consumo destas coisas, junto com suas práticas, embriaga-nos. Hoje em dia estar ocupado tornou-se uma questão de status. As pessoas têm medo da solitude, pois não querem refletir sobre si mesmas. Não ter coisas ou, estar sozinho para escutar a voz de Deus, para muitos, é um tédio. 

Jesus apresentou o escape para que possamos se desviar de toda essa loucura: “Ficai acordados, portanto, ORANDO em TODO O MOMENTO, para terdes a força de escapar de tudo que deve acontecer...” (Lc 21.36). 

Um servo de Deus não pode entrar no alvoroço do mundo. Não devemos nos amoldar ao padrão do presente século, pois, doutro modo, como conseguiremos ser luz para as pessoas? Quais serão as respostas que daremos sobre a razão da nossa esperança, já que o mundo entrou na gente? 

Eu sei dos desafios que estão à nossa porta; sei também das preocupações em honrarmos os nossos compromissos. Eu tenho os meus temores; talvez mais do que você que está lendo este artigo. No entanto, acima de tudo, eu confio em Deus e faço o meu coração repousar na sua Santa Palavra: 

“Seja vossa vida isenta de ganância e contentai-vos com o que tendes; porque ele mesmo disse: ‘Nunca te deixarei, jamais de abandonarei’. Desse modo, com plena confiança, digamos: ‘O Senhor é quem me ajuda, não temerei. Que poderá me fazer o homem?” (Hb 13. 5-6).

Que a presença de Deus possa ser nosso maior anseio, pois quanto mais tempo passarmos com Ele, mais descobriremos que Ele sempre esteve conosco, em todos os momentos e em todos os lugares. Isso nos livrará de todos os temores e nos ajudará a ter um coração puro e leve para desfrutar de Deus e ser pleno n’Ele. Este é o meu desejo para 2017. 

Feliz ano para você e para os seus amados.


Em Cristo Jesus, considere este artigo e arrazoe isto em seu coração,


Soli Deo Gloria!

Fabio Campos

______________________________
Curta nossa página fan page e tenha acesso a vídeos, artigos e reflexões de autores cristãos de todas as épocas: https://www.facebook.com/fabiosolafide/?fref=ts