segunda-feira, 20 de junho de 2016

REBELDE “COM CAUSA”


Por Fabio Campos

Você já foi chamado de feiticeiro? Alguém pode perguntar: como pode um evangélico que não pratica bruxaria, adivinhação ou ocultismo ser chamado de feiticeiro? Vou simplificar. Por discordar de algum líder religioso, você já foi chamado de rebelde? Grande parte das igrejas evangélicas usam o texto de 1 Samuel 15.23 para coagir seus membros que discordam da sua visão ministerial. Como alguém já disse: “Texto fora do contexto vira pretexto para criar cabresto”. Mas o que é ser rebelde do ponto de vista bíblico?

O texto em questão trata da rebeldia de Saul para com Deus, e não contra o profeta Samuel.Vou explicar! O Senhor ordenou a Saul que acabasse com todos os alamaquitas por terem atacado Israel. A ordem era para exterminar tudo, até os animais. Saul, porém, desobedeceu a Deus e preservou o rei dos amalequitas, Agague, eos melhores animais, com a desculpa que eles seriam ofertados a Deus. Veja que Saul não desprezou a palavra de Samuel, mas do Senhor (Confira no próprio contexto de 1 Sm 15.10,11, 16, 19, 22, 23, 24). 

Desta história surgiu este “ensino”: quando algum irmão que não se deixa manipular - por discordar de algo,ainda que pautada nas Escrituras - é taxado de rebelde. São rotulados de feiticeiros; olha que o carimbo é forte. Muita gente hoje se encontra oprimida por causa deste falso ensino.Entretanto, conforme ensina a Bíblia (1 Sm 15.23), rebeldia não tem nada a ver em "desobedecer" a um líder religioso, mas aos mandamentos de Deus (Dt 9.24; 1 Sm 15.23; Ne 9.17; Sl 68.6; Is 30.1; 65.2; Jr 5.5; Ez 2.3; 12.2).

Quando analisamos o texto dentro do seu contexto em unidade com outros textos, rebeldia, entretanto, é o ato de desprezar, abominar ou tratar como repugnante a Palavra de Deus e não a opinião, visão e “achismos” de determinado líder. Isso designa atos de pessoas que recusaram a dar ouvidos a Deus ou aceitar sua autoridade; ou seja, tratam com leviandade os mandamentos do Senhor.

Não há necessidade de um profundo conhecimento teológico para entender que a desobediência de Saul é para com a Palavra de Deus: “Pois a rebeldia é como o pecado da feitiçaria, e a arrogância como o mal da idolatria. Assim como você rejeitou a palavra do Senhor, ele o rejeitou como rei”. Saul rejeitou a palavra de Deus ou a de Samuel? Certamente, Saul rejeitou a Palavra de Deus: “... Assim como você rejeitou a palavra do Senhor...” (Sm 15.23c). 

Samuel sabia que mesmo sendo um profeta de Deus, como homem, era passível de erro no seu julgar, como aconteceu quando foi ungir Davi (1 Sm 16.7). O profeta sempre procurou escutar Deus e realizar tão somente a vontade do Senhor (1 Sm 12). Leia este capítulo e você perceberá que esse pessoal que se julga profeta nos dias de hoje nada tem em comum com os profetas da Bíblia. 

Mas eles são ousados, como são!vão longe. Sem nenhuma autoridade concedida, falam em nome de Deus. Afirmam que suas orientações estão em pé de igualdade com as palavras dos profetas e apóstolos da Bíblia (percebe porque hoje há muitos apóstolos?). Não dá para levar esse pessoal a sério. O caminho que essa gente anda não é bom, pois seguem seus próprios pensamentos (Is 65.2). 

O pastor e escritor, A. W. Tozer, falecido em 1963, disse para “nunca ouvirmos um homem que não ouve a Deus”. Na verdade os rebeldes são eles. Desobedecem a Deus como fez Saul. Fazem o contrário do que manda a Bíblia: Não ajam como dominadores dos que lhes foram confiados, mas como exemplos para o rebanho” (1 Pe 5.3).

O verdadeiro pastor geme pela ovelha, mas jamais fará a ovelha gemer por ele (Hb 13.17). Um profeta sempre falará a Palavra de Deus e nunca o que ele acha que deve falar. Você jamais ouvirá da boca de um Servo de Jesus Cristo: “Eu sou ungido do Senhor!”; ou: “Eu sou o profeta de Deus!”.

O servo de Deus é humilde. Ele conquista sua autoridade por meio do Espírito Santo e não a impõe através de meios carnais. Quando a pessoa precisa afirmar que é, é porque ela deixou de ser já faz tempo. Quando o machado não está afiado, é necessário empreender mais força no corte. 

Nosso crivo é a Bíblia e não a visão do apóstolo da esquina: “É preciso obedecer antes a Deus do que aos homens!” (At 5.29).  Na época de Neemias, o pessoal, obstinado, esqueceu-se de Deus. O Senhor, por isso, os chamou de rebeldes. Sabe qual era a obstinação deles? Escolheram servir um líder para se tornarem dele escravos ao invés de obedecerem a Deus com base no que fora escrito: “Tornaram-se obstinados e, na sua rebeldia, escolheram um líder a fim de voltarem à sua escravidão” (Ne 9.17b).

É verdade que há os “rebeldes sem causa”. Estes só sabem reclamar; criticam sem fundamento. Pensam que estão prestando um serviço ao reino de Deus por meio da sua “apologética”, porém, se comportam do mesmo modo que “esses líderes manipuladores”. Diferem apenas na teologia, porém a disposição é a mesma. Ao contrário destes, quando me refiro ao“rebelde com causa”,menciono os irmãos que amam o Senhor e a Sua Palavra. 

Os rebeldes “com causa”não se amoldam ao padrão do mundo. Não participam das obras infrutíferas das trevas; antes, as expõe à luz (Ef 5.11). Cumprem o que de fato é ordenado pelo próprio Deus. 

Paul Washer diz que “se você vai caminhar com Jesus Cristo, você vai estar contra todo o mundo e contra a grande maioria dos evangélicos também”. Essa é a triste realidade dentro da maioria das igrejas ditas evangélicas. 

Seja submisso a Palavra de Deus; seja um rebelde diante dos homens por amar a verdade,e não um tolo diante de Deus por ser complacente com a hipocrisia de líderes inescrupulosos.

Nada é mais ameaçador para um falso profeta do que ter em seu convívio um cristão sincero, verdadeiro, que ama estudar as Escrituras. Sinta-se um bem aventurado quando por eles você for chamado de rebelde. Os melhores elogios de Deus aos seus filhos, muitas das vezes, chegam através das injúrias de satanás.

Por isso, você será chamado de rebelde; mas seja injuriado pelos motivos corretos e, quando assim ocorrer, se alegre, pois o Rei dos reis e Senhor dos senhores, Aquele que tem todo poder, disse: 

“Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós”. – Mateus 5. 10-12

Seja um rebelde com a causa, a saber, a verdade do Evangelho de Jesus Cristo.


Considere este artigo e arrazoe isto em seu coração,

Soli Deo Gloria!

Fabio Campos

Curta nossa Fan Page e tenha acesso a vídeos, artigos e reflexões de autores cristãos de todas as épocas.