domingo, 13 de julho de 2014

AOS CUIDADOS DOS MAIS EXALTADOS


Por Fabio Campos

Texto base: Meu filho, guarde consigo a sensatez e o equilíbrio, nunca os perca de vista”. – Provérbios 3.21 (NVI)


Parece-me que nestes últimos dias os “nervos estiveram à flor da pele” de algumas pessoas. Talvez seja por conta da Copa do mundo. A política tem sido uma pedra de tropeço para que se caia nesta tentação. Todavia, ainda que na razão daquilo que deve ser endireitado, a “sensatez e o equilíbrio”, precisam fazer parte do nosso convívio. A responsabilidade do cristão ainda é maior já que sua palavra deve ser “agradável e temperada com sal”.

Com o advento do facebook muitos “revolucionários” saíram do armário com a proposta messiânica de mudar o mundo. Sem qualquer discernimento e longe do bom senso (Pr 2.11), apropriam-se da “verdade” e atacam ferozmente toda aquele que ousa a discordar de suas ideologias.

Percebo em algumas pessoas que há uma demanda reprimida de triunfalismo que, misturado da frustração, devido aos seus muitos fracassos, torna-se “pedra angular” na construção de movimentos controvertidos e anárquicos. O ponto principal para se detectar este tipo de movimento é sua histeria, a qual não sente o que percebe, mas o que imagina, como disse certo filósofo [1]. Este mesmo filósofo diz que “esta militância embeleza sua causa com palavras pomposas como “liberdade”, “igualdade”, “justiça”, “patriotismo”, “moralidade” ou “direitos humanos [2].

Todas as causas citadas acima são legítimas, entretanto, muitos estão munidos do ódio contra tudo e todos, e nesta “eisegese” santificam o profano, enganando os incautos levados por todo vento de doutrina. Não sabendo viver sem uma causa, neste vazio de personalidade, mas com excesso de vaidade (ser simplesmente “do contra”), atacam os esportes, os ricos, a polícia e o estado.

O que me admira é ver cristãos magoados com suas denominações, saírem atacando os evangélicos, colocando tudo e todas as igrejas dentro de um odre herético. Precisamos opinar sim, e como ensina a Escritura, “denunciar as obras das trevas”. No entanto, é preciso ter prudência, discrição e sabedoria; virtudes estas inerentes a um homem de Deus. A “insensatez é pura exibição” (Pr 9.13), e o “homem irritadiço (que se irrita fácil), faz tolices e é odiado” (Pr 14.17).

Amados, nos livremos de toda raiz de amargura e ódio que há em nosso coração. O justo pensa bastante antes de falar (Pr 11.28), e quando fala, não difama, mas com equilíbrio, instrui (PR 16.21). Quem fomenta a discussão ama o pecado (Pr 17.19), mas o entendido é de espírito sereno (Pr 17.27).  Como é ruim conviver com pessoas geniosas! O homem de gênio difícil precisa de castigo (Pr 19.19). Já quem é cuidadoso no falar evita muito sofrimento (Pr 21.23). Quando passeio pelas redes sociais, confesso que sou tentado a entrar em discussões desnecessárias. Mas nestes últimos tempos tenho aprendido com Deus a não falar com quem não está disposto a ouvir. Corrigir o zombador é trazer insulto para si, por isso não é bom repreende-lo (Pr 9.8). Já que perolas não posso dar, jogo então lavagem, ou seja, meu silencio. Como diz por aí: “não falo nada, só observo”.

Muito sábio é aquele que sabe ignorar ofensas (Pr 19.11). Precisamos de mais graça; entenda até onde você deve ir. Não jogue seu nome na boca dos leões; ou ainda pior, sendo você cristão, automaticamente as pessoas associam sua postura com a sua fé, e o nome de Jesus por vezes, por causa deste tipo de postura, é blasfemado entre os gentios. Palavrão, palavras chulas, atitudes grosseiras e agressivas não combinam com um servo de Deus que deseja ser usado para toda boa obra.

Certamente isso não ficará impune, pois Nosso Senhor Jesus nos alertou que no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado (Mt 12.36). Trazendo para hoje, toda palavra frívola escrita no facebook será pedida daquele que a escreveu. Portanto, amigos e irmãos, a recompensa da sensatez e do equilíbrio é uma vida de paz e de sono tranquilo, sem ansiedade para com o futuro, sabendo que Deus o guardará em todo o momento (Pr. 3.24-25).

Que Deus nos ajude a andar no seu Santo temor que é o princípio de toda sabedoria, para que vivamos com dignidade perante os homens e em santidade para com Deus.

"O Senhor conhece quem lhe pertence" e "afaste-se da iniquidade todo aquele que confessa o nome do Senhor". 2 Timóteo 2.19 (NVI)

Considere este artigo e arrazoe isto em seu coração,

Soli Deo Gloria!

Fabio Campos
______________________________
Notas: 
[1] OLAVO, Carvalho. O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota. São Paulo: Editora Record, p. 98.
[2] OLAVO, Carvalho. O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota. São Paulo: Editora Record, p. 141.