quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

SE EU PUDESSE VIVER NOVAMENTE?


Por Erma Bombeck 


Eu teria convidado amigos para jantar, mesmo que o carpete estivesse manchado e o sofá desbotado. Teria sentado no gramado com meus filhos sem me preocupar com as manchas de grama. 

Nunca teria comprado coisa alguma apenas por ser prática, por não entregar com facilidade ou ser garantido para a vida toda. Quando um filho meu beijasse impetuosamente, nunca teria dito:"Depois. Agora vá lavar as mãos para o jantar". 

Teria havido mais Eu te amo e mais Desculpas, mas acima de tudo, dada uma nova chance de vida, eu abraçaria cada minuto, olharia para ele de forma a realmente vê-lo, vivê-lo e jamais abrir mão dele.



- O Evangelho Maltrapilho; Brennan Manning; p. 99




Erma Louise (Harris) Bombeck (Dayton, Ohio, 21 de fevereiro de 1927 — 22 de abril de 1996) foi uma humorista estadunidense. Escritora americana com uma incrível sensibilidade da vida.