sexta-feira, 20 de setembro de 2013

UMA MENSAGEM DE ESPERANÇA – EM MEMÓRIA DA HELAINE


Por Fabio Campos

Texto base: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança”. (Lm 3.21 ARA)


Quanta tristeza e aflição estiveram em nosso espírito nestes últimos dois dias. Uma prima nossa descansou. A forma pelo qual isso veio acontecer foi trágica. Naquilo que as Escrituras nos diz não é isso que devemos trazer a memória, mas sim o que pode nos dar esperança. Foi em um contexto assim que Jeremias escreveu o texto citado.  Tristeza, perplexidade e a angústia devido à falta do temor a Deus. O seu povo estava sendo saqueado pelos babilônicos, e a destruição da sua família, do seu povo, o levava ao desespero rumo à desesperança.

O significado de esperança na Bíblia transcende todas as conotações emitidas nos dicionários da academia brasileira de letras. Falamos da disposição de crer no amanhã, esperando em Deus, confiando no seu caráter que é bom, tendo a certeza que as suas misericórdias se renovam a cada manhã e que por meio delas somos encorajadas a enfrentar os desafios cruéis propostos por este mundo.

Ao lembrar-se de nossa amada prima não me veio outra coisa para poder descrevê-la a não ser esperança. Ela morreu lutando pela vida! Passou por muito mais coisas do que muita mulher da “melhor idade”. De fato, experimentada no sofrimento, mas sem perder o rebolado da alegria. Quanta vontade de viver. Esta foi à mensagem passada a nós por meio da sua memória.

Neste momento não há outro meio a não ser descansar na graça e soberania de Deus. As misericórdias não têm fim, por isso Ele nos agracia com o seu perdão. Um Deus que fez as milhões de galáxias não poderá ser discernido por alguém que vive em São Paulo e pensa que mora em uma cidade grande. No Senhor repousamos, pois Nele vivemos e nos movemos, e assim cremos na sua bondade para com a Helaine pela esperança da eternidade.

Diante do exposto ficou um desafio enorme a todos nós. Honrar sua memória fomentando a vida. Olhando para si, entendendo que não está tudo bem, e que tudo que é morte em nós precisa ser removido dando lugar vida e a esperança. Não há outra maneira! As reflexões no luto excedem em sabedoria as afirmações das festas. Só há um caminho, só há uma verdade, só uma vida – tudo isto se encontra na Pessoa do amado Filho de Deus e Deus o Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele mesmo disse: Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá”.

É hora de mudar. É hora de viver de verdade. É hora de valorizar a vida, as pessoas, como se não houvesse o amanhã. É hora do novo, e para que entre o novo, o velho precisa ser removido. Essa é mensagem dita a todos os conhecidos da nossa amada Helaine. Vida, esperança e vontade de viver.

“Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo!(2 Co 5.17 NVI)

Soli Deo Gloria!

Fabio Campos