domingo, 10 de março de 2013

REMÉDIO PARA UMA ALMA CANSADA E ABATIDA



Por Fabio Campos

Texto base: Permaneçam em mim”. (Jo 15:4a NVI)

          Você se sente abatido? Cansado das demandas diárias? Há uma cobrança intensa sobre você, quer por consciência, quer por pessoas? “Tem escutado uma voz que diz “você é um derrotado”; “é o pior”; ninguém gosta de você”? Segue um antidoto para essas questões: “Permaneçam em mim”. Mas permanecer em quem? Quem nos disse isso foi Cristo! Esta frase é para aqueles que já estão Nele. Caso não esteja, venha, e encontre descanso para vossa alma, pois Ele é manso e humilde de coração. Aquele que é Senhor, o dono de nossa vida, é manso e humilde de coração. Por isso há um descanso e refrigério em tempos de dificuldades.

        Os tempos são difíceis! As coisas estão cada vez mais caras, e o dissidio não está acompanhando o “mercado inflacionado”. Reduz-se o custo da energia elétrica, mas sobe a gasolina! Qual o mais caro? Qual o produto mais conveniente aos cofres para atenuar o grito revoltado do povo? Esperança? Como vamos mantê-la? Por uma rotina! Qual? Trabalhamos no horário do café para almoçar; almoçamos porque precisamos de forças para trabalhar, e ter o sustento para jantar; Viajamos para descansar, e assim juntar forças para trabalhar”. Quem acha isso simplista fica aí a inspiração do Espírito: O que foi tornará a ser, o que foi feito se fará novamente; não há nada novo debaixo do sol” (Ec 1:9 NVI).

          O que nos resta diante dessas coisas? Digo àqueles que perceberam que a vida é como a neblina que aparece por um pouco de tempo e depois se dissipa! Jó nos responde: “Não tenho paz, nem tranqüilidade, nem descanso; somente inquietação". (Jó 3:26 NVI). Culpa pelo o passado e ansiedade pelo o futuro!

          Irmãos, o grito de nossa alma de fato não diz quem nós somos! Somos o que o Espírito diz! A alma (desejos, faculdade mental, sentimentos) é volátil! O Espírito (Santo) é imutável, pois Ele é Deus! Os que estão em Cristo, aqueles que Nele permaneceram, foram feitos filhos amados de Deus. Quem está em Cristo tem perdão para os pecados; já não há mais condenação; as misericórdias se renovam a cada manhã! Simplesmente por permanecerem em Cristo. E quem não permanece, de fato não tem o Espirito de Deus, e quem não tem o Espírito de Cristo, este não é Dele.

          As cobranças são muitas! Não havia necessidade para tanta tecnologia, mas a ciência ainda mais se multiplicará! Somos escravos daquilo que desejamos. Somos escravos do sistema. Fora nossa pecaminosidade. Nosso corpo aguarda ansiosamente a redenção, mas enquanto isso, o pecado sendo habitação deste tabernáculo, os filhos que tem a Lei no seu coração, veem outra lei guerreando em seus membros. Aquilo que desejamos fazer, isso não fazemos; mas aquilo que odiamos, fazemos naturalmente. Nossos amigos e irmãos desejam mais da gente! Nossa família, irmãos, líderes, liderados, patrões, todos querem o nosso melhor. Mas somos de carne e osso, falhos, que vira e mexe tem problemas de saúde comprovando que não nascemos para tais demandas. E para sermos aceitos, passamos uma imagem mentirosa de quem de fato nós não somos. É como li por estes dias: "A razão pela qual somos inseguros é porque comparamos o que somos nos bastidores com o que os outros são no palco".  

          Quem nos libertará do corpo dessa morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, pois o Senhor que consola os ABATIDOS nunca irá exigir algo de nós para nos amarmos! Tudo já foi feito na Cruz. Mesmo que pressionados, nunca desanimados (continuo); perplexos, mas não desesperados; perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos. Em Cristo podemos dizer em qualquer circunstância, ainda que você esteja no fundo do poço: “Retorne ao seu descanso, ó minha alma, porque o Senhor tem sido bom para você”. (Sl 116:7 NVI).

          Se há algo para nos trazer esperança, isto é de que, “as misericórdias de Deus se renovam a cada manhã, e esta é a razão de não sermos consumidos”. Como é bom saber que em meio à tirania do urgente, ao caos dos dias maus, somos apenas peregrinos neste mundo de pesares! Simplesmente por permanecermos em Cristo. Ainda que você caia, certamente não ficará prostrado, pois o Cordeiro foi morto para tirar o pecado do mundo, e estar em Cristo, já não é andar sob o jugo da condenação. Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica por meio da ressurreição do Filho Jesus, o qual está a direita do Pai e intercede por nós.

          Portanto, o princípio para se ter um significado real para o presente momento, está no convite feito por Jesus: "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve" (Mt 11:28-30 NVI). Se alimentando desta esperança: “Sabemos que, se for destruída a temporária habitação terrena em que vivemos, temos da parte de Deus um edifício, uma casa eterna no céu, não construída por mãos humanas”. (2 Co 5:1 NVI)


          Martinho Lutero em “Conversa à mesa” diz a respeito de um coração pesado e atribulado:


“Um coração pesaroso e atribulado, sofrendo toda espécie de tentações, refugia-se em Deus, chama por ele com fé honesta e verdadeira, procura a sua ajuda e pacientemente espera por ele. Sobre isso dizem os salmos: ‘Em meio à tribulação, invoquei o Senhor, e o Senhor me ouviu e me deu folga’. ‘Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantando e salva os de espírito oprimido’. ‘Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantando; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus’. ‘Invoca-me no dia da angústia, e eu te livrarei, e tu me glorificarás’.


          Termino esta reflexão com a frase de Agostinho em uma de suas confissões que diz justamente onde nossa alma deve se apoiar e como se obter este descanso tão ansiado: “Tu (Deus) o estimulaste a fim de que ele (homem) se deleitasse em te louvar, pois tu nos fizeste para ti mesmo e inquieto está o nosso coração enquanto não venha descansar em ti”.


SOLI DEO GLORIA!

Fabio Campos
fabio.solafide@gmail.com