terça-feira, 12 de março de 2013

PROFETA VIVE NO DESERTO E NÃO NO PALÁCIO



Por Fabio Campos

Texto base:  “Nenhum soldado em serviço se embaraça com os negócios desta vida, para que possa agradar àquele que o alistou” (2 Tm 2:4 SBB)

         Tomei esta frase por tema do Pr. Ariovaldo Ramos: “Profeta vive no deserto e não no palácio”. No palácio há muito ‘barulho’, luxuria e lisonjas. Como escutar a voz de Deus em meio a tanto barulho terreno?


          Paulo diz ao seu filho na fé Timóteo, “suporte comigo as aflições de um bom soldado, pois ninguém que se embaraça com as coisas desta vida de fato agradará o Senhor que o alistou”. Este post é para aqueles que têm um chamado pastoral! “Ai de mim se não pregar o evangelho”, diz Paulo. Que tarefa excelente, mas ao mesmo tempo enfadonha! Como alguém quer ser “rei e profeta” ao mesmo tempo? Cada um no chamado que lhe foi dado. Nunca vi um profeta verdadeiro, na Bíblia, se candidatar a rei de Israel. Pelo contrário, o profeta que ungia o rei, e o rei escutava o profeta.

          A maioria das vezes que algum pastor (não me refiro a evangélicos os quais podem exercer sua função dentro da constituição Divina) se embaraça com os negócios dessa vida, por certo, o caminho da verdade é difamado. João Batista não corrompeu seu chamado, mas como “Profeta do Deus Vivo” denunciou o que estava errado no palácio. É necessário um cuidado frente às lisonjas do mundo que veem carregadas de manjares malignos para que o proposito de Deus não seja estabelecido.

          Muitas das vezes o povo quisera fazer de Jesus rei para aquele presente momento! Mas Jesus sabia quem era Ele, e qual era seu ministério: "O meu Reino não é deste mundo” (Jo 18:36 NVI). Jesus não veio para ser rei deste MUNDO, mas testemunhar a verdade: "Então, você é rei!”, disse Pilatos. Jesus respondeu: "Tu dizes que sou rei. De fato, por esta razão nasci e para isto vim ao mundo: para testemunhar da verdade. Todos os que são da verdade me ouvem" (Jo 18:37 NVI). O profeta é um arauto de Deus. Profeta é profeta, e, rei é rei! Cada um na sua função! Paulo sempre teve um testemunho exemplar frente aos magistrados, e mesmo em meio a acusações, provou que todas eram falsas. Nunca vi Paulo se candidatar a “Politica Partidária” (contextualizando), mas na função de profeta de Deus, ele orava por cada uma delas.

          Aqueles Cristãos que tem o chamado para o magistrado faça-o com excelência. Mas aquele que deseja o episcopado, excelente cousa deseja. Abandonar as ovelhas para cuidar dos negócios públicos, de fato, é colocar a mão no arado e olhar para trás. Nele o Senhor não tem alegria! Muito mais pesado e temeroso é ser pastor do que Presidente da Republica, pois aqueles que foram constituídos por Deus para cuidar do seu rebanho darão conta não somente nesta vida, mas também na do por vir, de cada alma que lhe foi confiada.

          Que Deus nos livre de tudo aquilo que nos embaraça para este serviço; seja a parte financeira, o pecado (corriqueiro), ou nossos relacionamentos caídos. Que Deus nos ajude em graça, com uma consciência tranquila, guiar as ovelhas até os passos verdejantes, sendo obreiros aptos a ensinar, que não tenham do que se envergonhar. Mas que manejam bem a Palavra da Verdade, sendo um exemplo em tudo aos de fora.

SOLI DEO GLORIA!
Fabio Campos