segunda-feira, 18 de março de 2013

ATRAÍDOS PELO SOFRIMENTO E PELA HUMILDADE



Por Fabio Campos

Texto base: “Ele não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada havia em sua  aparência para que o desejássemos”. (Is. 53.2b NVI)


          Como Deus nos atraiu para si mesmo em Cristo Jesus? Em glória e majestade? Não, mas em humanidade e amor, mesmo sendo Ele (Jesus) a expressão exata de Deus, e Nele habitando corporalmente toda plenitude da divindade. Todo ser-humano possui uma baixa “auto-estima”; aqueles que elogiam a si mesmos está em maior escala desta necessidade. O homem desde Adão quis ser semelhante a Deus (sentido ontológico). O Diabo tentou ultrapassa-lo em majestade. Tudo que se auto afirma com prepotência é maligno e provem do pai da mentira. Cristo foi o paradoxo de tudo isto! Sendo Deus não tentou ficar igual a Deus, abriu mão de tudo que era seu por direito, tomou a forma de servo. Ele sendo rico se fez pobre por nós, para que Nele, fossemos ricos. Por isso que Paulo diz “pregar a Cristo, e este crucificado, pois é o poder de Deus para aquele que foi salvo”.

           Isaías nos diz que ele surgiu como um renovo, uma plantinha que brota e vai crescendo; despojado de majestade e esplendor. Foi rejeitado pelos homens, não tinha os “nobres” para se apoiar. O mundo não o conheceu (Jo 1.10). Por que então de tantos seguidores? Como pode alguém que “em nada chama nossa atenção”, “que foi rejeitado por todos”, ter tanto seguidores? Fomos atraídos pelo próprio Deus! Se Cristo viesse em majestade e glória, de fato, os homens na sua presença seriam aterrorizados como foi Israel no monte Sinal na entrega do decálogo. A mulher do fluxo de sangue seria fulminada como Uzá foi, quando tocou na “Arca da aliança” de modo indevido!

          Na verdade quem é desprezado, rejeitado pelos nobres, e fracos, são os homens. E aqueles que entenderam sua situação de miséria, quando olham ‘o manso e humilde de coração’, simpatizam com Ele. Fomos atraídos em amor pela sua humanidade: “mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens”. Vimos nós Nele! O Rei e Criador do universo, pleno em poder e majestade, se esvaziou tornando-se homem. Quem quer ser o todo-poderoso e mostrar o seu limitado poder é o Diabo. Jesus, o Deus Filho, não precisou se auto afirmar, pois como ovelha foi para o matadouro, calado. O poder de Deus se revela naquilo que não é, no fraco, no louco, para confundir o que é; confundir o sábio e o poderoso. O desprezado e humilde foi escolhido para ninguém se gloriar diante de Deus.

          Irmãos, isso é de grande alívio para nossa alma! Deus já nos conhecia em todas as limitações. Mas aprouve a Ele nos escolher conforme o seu propósito. Somos vasos de barro para que a excelência não seja nossa, mas do oleiro que faz tudo em todos. Você não precisa ser o que eles querem que você seja; você já é para Deus!

          Quando Cristo te atraiu não foi em majestade e glória, mas em graça e em verdade. A busca do “endeusamento” cansa a alma. E este sempre foi o nosso desejo. Mas no dia que contemplamos a face do Senhor, caímos por terra; a paz que excede todo o entendimento foi colocada em nosso coração. O jugo ficou leve e suave, pois querer ser “deus” é uma tarefa árdua e pesada. Entende por que o mundo está cansado e bagunçado?!

          No dia que você for tentado a pensar que Deus é um tirano, impassivo, olhe para o Filho Jesus. Olhe para o seu sofrimento. Temos um Deus maravilhoso, que não coloca jugo sobre nós, mas nos aperfeiçoa a cada dia por meio do Espírito. Ainda que você caia, não ficará prostrado, pois não é o seu desempenho que faz de você um melhor filho. Mas o que faz de você um filho amado, simplesmente é a fé naquele que não tinha beleza e era desprezado; naquele que foi rejeitado pelos homens, o qual não o conheceram pela sua própria capacidade, pois está escrito: “Cristo é o poder de Deus e a sabedoria de Deus, e aquilo que parece ser a fraqueza de Deus é mais forte do que a força humano.

         Ele nos ama mesmo sendo miseráveis e quando por todos somos rejeitados. Esse é o nosso Jesus! Esse é o Deus da Bíblia!

SOLI DEL GLORIA!

Fabio Campos