segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

O QUE ELAS PROCURAM NELES



Por Fabio Campos

Texto base: “Também você, marido, na vida em comum com a esposa, reconheça que a mulher é o sexo mais fraco e que por isso deve ser tratada com respeito”. (1 Pe. 3:7 NTLH)

         O post “O que eles procuram nelas” (http://www.fabiocamposdevocionais.org/2013/01/o-que-eles-procuram-nelas.html) teve grande repercussão. Para minha surpresa, muitas mulheres agradeceram o estudo, e de uma forma humilde se submeteram a Palavra de Deus. Mesmo aquelas que não concordaram, reconheceram que o problema não é a Palavra, mas a natureza caída. Glória a Deus!

           Diante disso, também foi grande o numero de pessoas que sugeriram um artigo endereçado aos homens. Inclusive pela minha amada esposa, Milena Campos (Risos). Ela me ajudou a elaborar os princípios abaixo. Talvez este seja o melhor selo de aprovação neste quesito; o de quem será beneficiado por tal coisa. Por isso ela foi primordial para a escrita deste texto.

          Todas as vezes que referenciamos um marido perfeito e parâmetro para tal, voltamos nossa mente a Cristo. De fato Ele é o noivo perfeito, o qual se deu pela noiva (igreja), e vive em um relacionamento de amor, esperando pelas bodas, e a consumação deste matrimônio.

          Partindo deste ponto, creio com toda certeza que, o papel do homem é muito mais difícil do que o da mulher! Aliás, a igreja depende do noivo, e não noivo da igreja. Creio que dentre os 40 princípios listados, alguns deles, talvez grande parte, eu, Fabio Campos, precise me empenhar mais para a obediência. Entretanto, minha capacidade momentânea de não cumpri-los, não isenta minha responsabilidade para o aperfeiçoamento com a ajuda do Espírito Santo. Quero ser santificado pela Palavra: “Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade” (Jo. 17:17).

Segura aí varão:

<1)    Cuide de sua amada com todo zelo sabendo que você a tirou de seu conforto, o lar de seus pais. Se desvincule dos seus pais geograficamente, financeiramente e emocionalmente. Pois deixarão ambos o pai e a mãe e se unirão. Ao menos que haja uma “força maior” para tal dependência, sujeite-se a tal situação. Da mesma forma, ela precisa ser temporária e não perpetua (Gn. 2: 24)

<2)   Tenha satisfação e alegria na sua esposa, pois ela foi o melhor de Deus para ti. Ainda que não aparente, você como cabeça, com exemplo e oração, seja parâmetro para que ela possa ser santificada no convívio diário, pois aquele que começou a boa obra vai terminar. Respeite os processos. (Pr. 5:18; 18:22; Ec. 9:9)

<3)    Ame sua esposa incondicionalmente sem esperar “gentilezas”, pois foi assim que Cristo amou sua igreja. Tenha disposição de morrer por ela se for preciso (Ef. 5: 25-29)

<4)   Não seja grosseiro, saiba falar com ela, principalmente na frente das pessoas. Alguns homens não são escutados por Deus por não praticarem este principio (1 Pe. 3: 7; Cl. 3:19; Pr. 10:32)

<5)  A alegria da sua esposa e seu bem estar devem estar acima da sua satisfação profissional e ministerial (ministério e relacionamento com Deus são cousas distintas). Se as coisas não vão bem em casa, também será mal para com Deus, e quem abençoa você no trabalho e ministério, é Ele. Antes de ser pastor, teólogo ou um grande empresário, sua esposa espera que você desempenhe o papel de marido (Dt. 24:5; 1 Co. 7:33)

<6)  Dê primazia a ela para a satisfação na relação intima! Vá com calma! Não seja egoísta! (1 Co. 7:3-4)

<7)  Sempre a elogie! Reconheça seu trabalho no lar, na igreja e profissionalmente. Evite o excesso de criticas, pois isso pode desestimula-la e você perderá a autoridade nos conselhos (Pr. 31:28)

<8)  Estime-a dizendo ser ela a melhor esposa e o melhor de Deus para sua vida (Pr. 31:29)

<9) Recompense seu trabalho e cuidado que ela presta a você e a seus filhos. Torne tangível este amor por meio de presentes, bilhetes, e mensagens. Seja criativo! (Pr. 31: 30)

<10) Seja fiel em todos os momentos. Quer na rua, no trabalho, na internet ou a frente de uma televisão (1 Co. 7:2; Jo. 31:1)

<11) Seja o provedor espiritual (Ef. 5:23; Jo. 1: 5), financeiro (Pr. 11:29; 10: 10-11), e, emocional de seu lar. A mulher encontra no seu marido o “equilíbrio emocional”, principalmente “naqueles” dias. Seja compreensivo.

<12 Não traga mácula para seu lar por meio do adultério, cobiça para com outras mulheres, ou pela pornografia. Deus é contra os que praticam tais coisas (Hb. 13:4)

<13) Honre seu pai e sua mãe, e não somente isso, honre os pais de sua esposa, pois você será um bom marido se também for um bom filho. O homem não casa somente com a esposa, mas também com seus familiares, e nada traz mais alegria para sua mulher do que honrar aqueles os quais ela ama (Ef. 6:1)

<14) Seja sábio no relacionamento com seus filhos (Pr. 13:24; Cl. 3:21)

<15) Ensine sua esposa com toda mansidão (1 Tm 2:11)

<16) Demonstre seu amor para com sua esposa nos afazeres domésticos, compartilhando as atividades. Se Jacó trabalhou quatorze anos para ter Raquel porque lhe amava, o que é uma “fachininha” de vez em quando!? (Gn. 29: 20-30

<17) Faça de sua esposa uma rainha (Et. 2:17)

<18) Devido à instabilidade emocional da mulher em certos tempos, abra mão de algumas coisas (não essencial). Vão ter horas que a autoridade será conquistada com a boca fechada diante dela, mas aberta diante de Deus (Gn. 16: 5-6; 21: 9-12)

<19) Reconheça sua beleza! Esteja atento as mudanças e novidades! Mulher gosta de ser afirmada e notada (Ct. 1:15)

<20) Confie em sua amada! O ciúme excessivo provem da falta de confiança. Isso não é amor, mas doença (1 Co. 13: 4)

<21) Se arrume, não seja desleixado no visual! Esteja cheiroso para sua amada (Ct. 1:13; 5: 10-11)

<22) Não cobice as mulheres na rua nem participe de piadinhas com os “amigos” que gostam desse tipo de cousa. Quando o marido cobiça uma mulher, o cônjuge é desvalorizado. Respeite sua esposa, pois pelas suas atitudes perante outros ela será honrada. Isso é um mandamento do Senhor Jesus, não cobiçar (Mt. 5: 27-28)

<23) Não exponha sua mulher, principalmente na frente de outras pessoas. Por mais que você tenha razão para algo, isto não vai edificar, e o amor não age com inconveniência (Mt. 1:19; 1 Co. 13:5)

<24) Valorize sua namorada ou noiva esperando o tempo oportuno de Deus, o casamento, para ter relação sexual. O amor tudo espera! (Mt. 1: 24-25; 1 Co. 13:7)

<25) Proteja sua família no direcionamento de Deus. O homem valoroso é sensível à voz do Espírito Santo por ter comunhão com o Pai por meio do Filho (Mt. 2: 13-15; 19-23)

<26) Um homem de Deus entende sua vocação, e cumpre com diligência o seu chamado. Ele tem ciência que o ministério não é somente dele, mas que Deus incumbiu os dois na mesma missão. Ele envolve sua esposa nos seus afazeres e a faz o seu “braço direito”, pois ninguém consegue nada sozinho, ambos são uma só carne (Lc. 1: 5-6; 1 Co. 9:5)

<27) Aprecie e execute os conselhos de sua esposa. Reconheça suas limitações e saiba que você não acertará em tudo, e que por isso precisará de alguém para ajuda-lo a edificar o lar (Pr. 12:1, 15; 19:20)

<28) Na relação intima com sua esposa, tenha entendimento por ser ela o vaso mais frágil. Entretanto, seja criativo na dinâmica da prática. Saiba explorar o corpo de sua amada, e, em comum acordo, não se limite a dogmática religiosa do “pode ou não pode”. Por causa desses tipos de “restrições” muitos casais tem sua vida sexual doentia. Não adianta ser reprimido com sua esposa em seus desejos, e desenfrear suas paixões com outras mulheres, pela cobiça, ou pornografia. Paulo nos diz que devido a imoralidade é necessária que cada um tenha sua própria esposa (1 Co. 7:2), ou seja, desfrute e sacie seu libido com ela. Ela será para sempre sua única fonte de prazer sexual. Aproveite! (Ct. 7: 1-12)

<29) O marido serve a esposa ao invés de ser servido (Jo. 13: 1-15)

<30) Seja humilde para com todos (Rm. 12:16; Pr. 22:4), não ame o dinheiro (1 Tm 6:10; Pr. 11:28; 11:28), seja moderado (Fp. 4:5; Ec. 7: 16-18),  evite os exageros (Pr. 20:1,13) e dependa de Deus em tudo não fazendo do seu próprio braço sua força (Pr. 3:5)

<31) Seja trabalhador (Pr. 10:4)

<32) Seja honesto em tudo e para com todos (Pr. 12:5)

<33) Seja honrado por todos que amam a verdade devido aos seus frutos (Pr. 12: 28; 13:15; 22:1)

<34) Tenha graça no falar (Pr. 15:1, 23)

<35) Seja perdoador! Não seja vingativo! (Pr. 19:11)

<36) Desvie-se do mau (Jo. 1:8; 1 Ts: 5:22)

<37) Adore a Deus em meio às dificuldades, isso trará confiança para sua esposa (Jo. 1: 20-22)

<38) Não aceite conselhos tolos (Jo. 1: 8-10)

<39) Seja um bem-aventurado devido ser um amante das Escrituras. Medite Nela de dia e de noite. Saiba manusear bem a Palavra de Deus (Sl. 1:1-3)

<40) Seja um homem de oração para ter intimidade com Deus (Jo. 42: 10)


          Tanto neste post como no anterior, saiba que Deus está fazendo a obra em nosso coração. Deixa a Palavra de Deus te confrontar, pois o Senhor está gerando o Filho Dele em você, e essas repressões são como “dores de parto”, mas que trarão frutos de justiça.

          Desfrute de seu casamento sendo ele dádiva de Deus. Solteiros, satisfaçam em Jesus, e no tempo oportuno, Ele colocará uma pessoa para você a fazer feliz. Esta é a atitude para se ter a verdadeira felicidade: Você quer ser feliz? Faça alguém feliz! Aos noivos e namorados, esperem o tempo certo! Não se precipitem! Tenha como troféu o “orgulho” em poder dizer que seu relacionamento foi baseado na Palavra e em santidade ele foi vivido.

        Vale a pena esperar! É difícil, mas vale a pena esperar para desfrutar do sexo depois do casamento. Deus honrará vocês em tudo! Na parte financeira, emocional, e no prazer nos momentos de intimidade.

          Seja diferente! Seja um homem segundo o coração de Deus, pois o temor ao Senhor é o principio da sabedoria.

Deus abençoe!

Fabio Campos