sexta-feira, 8 de junho de 2012

PERGUNTA: O arrependimento vem de nós ou é produzido por Deus?


Por Fabio Campos
         
          Primeiro devemos saber o significado primário de “arrependimento”: “pesar sincero” de algum ato ou omissão.  O arrependimento é gerado por Deus! Jesus disse que o Espirito Santo convenceria o mundo do pecado, da justiça e do juízo (Jo: 16:9). Muitas pessoas dizem que serão convencidos por meio desta persuasão apenas os que serão salvos. O texto diz que o “mundo” será convencido. Não são todos que serão salvos, mas todos foram convencidos deste pecado, justiça e juízo! Paulo disse isso: “testemunhando-lhes também a consciência e os seus pensamentos, mutuamente acusando-se ou defendendo-se” (Rm. 2:15).
           Chegamos à conclusão que o Espírito Santo fala ao coração do homem! Todos os homens são indesculpáveis diante de Deus! Mas alguns resistem por serem de dura cerviz e incircuncisos de coração (At. 7: 51).
          Quando o arrependimento causado pela bondade de Deus é inserido no coração humano (Rm. 2:4) por algo cometido, e o mesmo sente uma tristeza, esta tendo consequência a salvação (2 Co. 7:10),  a Bíblia chama este sentimento de “coração quebrantado” (Sl. 51: 17). “Quebrantado” significa “debilitado”, “abatido”, “extenuado”.
           O arrependimento é produzido por Deus por meio da persuasão divina. Os que não resistem o Espírito Santo tem seu coração quebrantado, sentimento este do próprio homem gerado de uma ação divina vinda de fora para dentro.  
           Por isso que o salmista diz: “Perto está o Senhor dos que TÊM o CORAÇÃO quebrantado e SALVA os de ESPÍRITO oprimido”. (Sl. 34:18 ARA).
           Deus gera o arrependimento no homem, cabe a ele escolher resistir e ficar com a tristeza segundo o mundo que produz morte, e esta (tristeza) tendo sua satisfação momentânea nas drogas, sexo ilícito, e feitiçarias, ou deixar-se ser convencido pelo o Espírito Santo e sentir a tristeza segundo Deus ao qual produz arrependimento para salvação.
Deus abençoe!

Fabio Campos
fabio.solafide@gmail.com

Referencia bibliográfica: BOYER, Orlando; pequena enciclopédia Bíblica, CPAD.