quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Louis Vuitton e rolex ou voto de pobreza?


Por Márcio de Souza

Esse post obviamente é sobre vida simples. Os pregadores não conseguem encontrar o equilíbrio entre uma vida simples e a ostentação. Ou pregam voto de pobreza e ausência total de lazer ou então dizem que você tem que ter BMW pra glorificar a Deus e viver na Disneylândia abraçado com o pateta.

As justificativas são inúmeras.Dizem que pra ser santo precisa se abster de tudo quanto é tipo de prazer, pregam uma disciplina monástica, impossível de se cumprir e legalista ao extremo. Por outro lado os profetinhas da prosperidade dizem que Jesus teve burrico BMW, que crente tem que ter bastante grana e que Jesus era riquinho. Mentira. O filho do homem não tinha onde deitar a cabeça! Essa afirmação é coisa de quem sequer teve o cuidado de conhecer a história de Jesus. É papagaio, vive repetindo o que os profeteiros dizem por aí. Entubam tudo que vêem, são pensados e mandados. Capachos!

Aprendi que toda generalização é burra. Verdade. O equilíbrio é tudo! Não dá pra aturar as besteiras que alguns caras falam sobre radicalismo gospel dos dois lados. Dá pra ter carro, casa, dinheiro e poder, mas viver para essas coisas e não dividí-las com os outros é uma outra situação. Às vezes a provisão do seu irmão está nas suas mãos. Deus te deu pra que você divida. Como diz o @ariovaldo, Deus está pronto pra multiplicar o que você estiver disposto a dividir.

E no mais, tudo na mais santa paz!
Pr. Marcio de Souza