sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

A PROMESSA DADA A ABRÃO É PARA CRISTO OU PARA NÓS?


Por Fabio Campos
Pergunta: Estava lendo Gálatas 3 15-23. Paulo fala da promessa de Abraão e aos seus descendentes; ouvimos muitos pregadores falarem que somos filhos de Abraão e sobre as promessas dele se estenderem para nossa vida. Esta passagem diz que a promessa foi feita a Cristo, sei que por meio Dele nós podemos ter muitas bênçãos espirituais e naturais, mas só para entender: a promessa de Genesis é para Cristo ou para todos nós?

Resposta: O que Paulo está tratando nessa questão é qual o meio de justificação aceito por Deus, sendo este pela fé e não pelas obras da lei. Ele diz o seguinte: Deus deu uma promessa ao seu povo por meio de Abrão; a Bíblia diz que Abrão creu (fé) e isto lhe foi imputado como justiça, e que porque ele creu, todas as nações que dele descendessem seriam benditas no Senhor. O que isso significa? Deus pela sua graça escolheu Abrão para gerar o Messias, Aquele que daria o direito a todos os povos de serem chamados povo de Deus (Gl 3: 26-29), denominação antes auferida e restrita a Israel. Jesus disse à mulher samaritana que, "a salvação vem dos judeus" (Jo 4:22), ou seja, por meio de Abraão, constituiu-se a nação de Israel a qual descendeu o Messias (Gl 3:29).

Por que somos justificados pela fé e não com base na lei? Pela lei é impossível de alguém ser justificado diante de Deus (Gl 3:11). A lei foi dada a Moisés, porém a fé para justificação foi revelada a Abraão (fé), que antecedeu a Moisés (lei) em 430 anos, e se concluiu em Cristo (graça). Ele (Jesus) foi o único que cumpriu toda lei e sem pecado, foi “condenado” pela lei em nosso lugar, nunca teríamos a capacidade de cumprir toda a lei, mas pela fé Nele que morreu por nossos pecados e ressuscitou para nossa justificação, fomos reconciliados com Deus. Hoje em Cristo somos aceitos por Deus!

A promessa dada a Abraão era a vinda do Messias para libertar seu povo do império das trevas, e como ele (Abraão) creu nesta promessa (Messias), e também nós que cremos em Jesus, fomos aceitos por Deus por causa da fé nesta mesma promessa, a messiânica, consumada em Cristo Jesus o Senhor.

Este apelo que fazem: "as promessas de Abraão vão recair sobre você"; e que "você vai ficar rico porque é filho de Abraão"; e porque "ele tinha muito gado você também vai ter", é "conversa fiada". A maior riqueza que herdamos de Abraão foi o direito de sermos chamados “nação escolhida”, feita de sua descendência não física, mas espiritual (Rm 9:6-8). Por isso que o Senhor Jesus é aclamado como o “desejado de TODAS as nações”, por ser aquele que redimiria seu povo de suas iniquidades, reconciliando Deus com o mundo.

"Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo." Efésios 1:3   

 Deus abençoe!

Fabio Campos
Soli Deo Gloria!