sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

MISERICÓRDIA, GRAÇA E ZELO, A SEGURANÇA DOS QUE PERTENCEM A CRISTO


Por Fabio Campos

Texto base: “Senhor, Senhor, Deus compassivo e MISERICÓRDIOSO, mui paciente, cheio de amor e de FIDELIDADE”. (Ex. 34:6)

          No salmo 121 Davi diz que elevou seus olhos em busca de socorro, e constatou que seu refúgio poderia vir apenas do Senhor. Quão maravilhoso é servir a um Deus Santo, justo, puro e que aborrece o mau e ama a justiça.
          Quando estudamos os atributos de Deus conhecemos um pouco mais de seu caráter. A justificação pela fé só foi concedida ao homem devido à misericórdia, graça e zelo para com Nome do Senhor.
          Segundo Wayne Grudey em seu “Manual de doutrinas cristãs”, misericórdia significa que Deus age com bondade para com os que estão em miséria e angústia. Já graça significa que Deus age com bondade para com aqueles que merecem punição.
          Como é importante que estes atributos estejam em nosso coração. Feliz do homem a quem Deus concede graça (Sl. 32:2). A graça de Deus se manifestou a todos os homens, porém alguns amam mais as trevas do que a luz, se afastaram de Deus para que suas obras que são más não fossem expostas.
          Muito me chamou atenção a definição de misericórdia, que vem de “Miséria”. Quanta miséria espiritual há em nós.  No canto de Zacarias em ( Lc cap 1), a palavra diz que Deus resolveu visitar seu povo porque foi movido de compaixão, e por causa de suas ternas misericórdias, livrou seu povo das mãos dos nossos inimigos e daqueles que nos odeiam.
          Como é confortante para mim, saber que Deus tem misericórdia da minha miséria espiritual. Quantos cristãos se sentem um “lixo” no meio eclesiástico, pessoas que não se sentem dignas para ser um obreiro. Deus tem misericórdia de você, ele não te ama pelo o que você faz, Ele te ama pelo o que Cristo fez (zelo pelo seu nome).
          O nome do Senhor é nossa total segurança. Deus sempre jurou por seu nome.  Quantas e quantas vezes vimos O Senhor dizer: “por amor ao meu Nome”.  Deus Zela por Seu Nome acima de tudo. Zelo significa: “estar profundamente comprometido em busca da honra ou bem-estar de alguém, de si próprio ou de outra pessoa”. O zelo divino nada mais é que, “a busca continua para proteger a própria honra”. Em (Is 48:11) Deus diz: Por amor de mim mesmo, eu faço isso. Como posso permitir que eu mesmo seja difamado? Não darei minha glória a nenhum outro”
          Este atributo é maravilhoso! Se não fosse por ele (zelo ao seu Nome) o Senhor já tinha destruído com tudo, pois antes da criação, a Trindade já vivia em perfeita harmonia sem precisar de nada, Ele (Pai, Filho e Espírito Santo) era e é completo em si mesmo, atributo este denominado como “asseidade” (por si mesmo).
           Mas Deus fez o homem a sua imagem e semelhança, que grande honra estava em jogo, como Deus acabaria com a coroa da sua criação? Por amor a Ele mesmo, Deus resolveu investir em nossa salvação. Em (Lc1:72) diz que Ele se lembrou da sua Santa Aliança o qual fez a Abraão, Isaque, Jacó, Moisés e por fim a Davi, de onde sairia à plenitude do cumprimento de sua promessa.
           Agora Deus resolveu visitar seu povo pessoalmente, pois Cristo é a imagem do Deus invisível, e Nele habita corporalmente toda plenitude da divindade, e quem o olha, vê a Deus, e quem olha para Deus, vê a Cristo, a Trindade agiu por amor ao seu Nome, Jesus Enviou o consolador. O Pai o Filho e o Espírito Santo selaram aqueles que se arrependeram e entenderam o plano de Deus para sua vida.
           Qual a segurança e por que os que são de Cristo já não precisam temer mais a condenação? Porque agora são selados, e em nós aparece uma marca permanente que diz: “Comprado pelo sangue do cordeiro”. Marca esta ilustrada no grego original a de uma penhora com registro de propriedade. Essa é a marca da promessa! E quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? Foi Cristo Jesus que morreu e mais, que ressuscitou e está à direita de Deus, e também intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação angústia, perseguição, fome, nudez, perigo, ou espada? Pois estou convencido de que nem a morte nem a vida, anjos ou demônios, presente ou futuro, altura ou profundidade, ou quaisquer poderes e outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

          Deus tem prazer na misericórdia e se esquece da rebelião do seu povo (Mq 7:18). Todas às vezes que você quiser desistir por causa do seu desempenho espiritual, lembre-se que você tem a marca de Cristo, e foi Ele quem te marcou. É por isso que temos um sacerdote junto ao pai que conhece nossas fraquezas e intercede por nós. Mesmo quando não sabemos orar, o Espírito Santo leva nossa oração a Deus com gemidos inexprimíveis, e por meio de Cristo Jesus, o Pai perdoa nossas transgressões quando há quebrantamento ministrado pelo Espírito Santo.

          A glória, a honra, o louvor seja dada a Santíssima Trindade, pois Deus optou pela conversão ao invés da aniquilação, e tudo por amor ao Seu Nome.

        Graça e misericórdia sejam para com todos que amam na verdade o Senhor Jesus Cristo.

Deus abençõe!

Fabio Campos
Soli Deo Gloria