quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A SATISFAÇÃO DO PERDÃO


Texto base: Sl. 32: 1 (NVI)

              - “Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados!”

          Um ímpio jamais sentirá a alegria de ter um pecado perdoado por Deus. Sua alegria está apenas na “podridão” em que o pecado lhe proporciona uma rápida “satisfação”.

          O justo sabe o valor do perdão de Deus. A Bíblia diz que a única coisa que faz separação entre Deus e o homem, é o pecado. Quem já foi uma vez justificado em Cristo, que experimentou a comunhão com Deus, quando peca, senti a amarga tristeza da quebra de uma aliança com a pessoa amada (Deus).

          Nessa hora seu coração é invadido por uma tristeza que psiquiatra nenhum pode prescrever uma dosagem para a cura. O que ele pode fazer é apenas um curativo em uma profunda ferida para aliviar a dor por um breve período de tempo.

          Mas o perdão de Deus concedido a um justo, o qual não há hipocrisia, este é o único remédio eficaz, perfeito, para a restauração da alegria. Na comunhão com Deus nos sentimos amados e acolhidos mesmo sendo frágeis e falhos.

                -“Como é feliz a quem o Senhor não atribui culpa”. Sl 32:2 (NVI)

          O verbo “atribuir” no hebraico original, “hãshabh”, significa “levar em conta”. Como é feliz aquele a quem o Senhor não “leva em conta” sua iniqüidade, pois os que pecam deliberadamente são hipócritas, mas os que em seu espírito não há dolo, estes são justificados por meio do nosso DEUS, o SENHOR e SALVADOR JESUS CRISTO.

           Você sente tristeza quando peca? Onde há mais satisfação em seu coração, no prazer momentâneo do pecado, ou na graça em ter os pecados perdoados?

              - “Não sejam como o cavalo ou o burro, que não têm entendimento mas precisam ser controlados com freios e rédeas, caso contrário não obedecem”. Sl 32: 9 (NVI)

           Se você não tiver satisfação no pecado, saiba que o Deus Vivo, o Espírito Santo habita em você. Se o seu coração está na satisfação do que o pecado lhe proporciona, o que pode haver em você é apenas um remorso, o mesmo sentimento de Judas, diferente de Pedro que se arrependeu.

           Deus tem prazer em perdoar, Ele só precisa que você reconheça seus maus caminhos, se arrependa, e peça para O Senhor Jesus Cristo te fazer uma nova criatura, e certamente você viverá essa palavra:

               - “A bondade do SENHOR protege quem nele confia. Alegrem-se no SENHOR e exultem, vocês que são justos! Cantem de alegria, todos vocês que são retos de coração!” Sl 32 10-11 (NVI)

         Deus quer ver sua felicidade, não importa sua atual situação e nem o quanto você já errou, apenas aceite o convite de Deus e desfrute de uma comunhão de amor que durará eternamente.


Deus abençõe.
Fabio Campos

Soli Deo gloria!