sábado, 16 de julho de 2011

TODOS, MENOS EU!



Por Fabio Campos
          
   Estava assistindo televisão, jantando, e me deparei com um programa "evangélico". Um empresário contava sobre como conseguiu triplicar o faturamento da sua empresa, aquele papo de sempre.
         
  Servo! confesso que "invejei" a fé daquele homem. Ele vendeu seu apartamento, foi morar na empresa, não tinha nem lugar para dormir, tudo isso no intuito de colocar o recurso da venda do apartamento, no "altar" de Deus. É o tal do “sacrifício”, melhor dizendo, “barganha” para ser mais exato. Estas coisas absurdas só podem ser contrárias a bíblia como sempre.
 Assim está escrito :

“Porque, se há boa vontade, será aceita conforme o que o HOMEM TEM E NÃO SEGUNDO O QUE ELE NÃO TEM". (2 Co: 9:12)”

  Eu tenho nojo da teologia da prosperidade isso me causa repulsa. É uma manipulação descarada. O povo está vulnerável as suas propostas, pois quem é que não passa por dificuldades financeiras, problemas de saúde, baixa auto-estima? Por fim, com o multiplicar da iniquidade, o coração do homem está cheio de culpa. Então, nada melhor que uma mensagem que satisfaça o ego. Nada de confrontos, nada de mudanças de caráter, na minha zona de conforto ninguém toca.

  Podemos sim criticar os católicos, os espíritas, os gays, enfim, eles estão errados, mas os nossos erros, estes jogamos para debaixo do tapete. A Bíblia diz que:

“Os de fora Deus os julgará, porém os de dentro, a igreja os julga, e os exortam”. (1 Co 5: 12-13)

 Enquanto houver a chama pelo o evangelho puro de Jesus Cristo ardendo no meu coração, até que alguém me prove o contrário, na Bíblia Sagrada, esta será minha ideologia. Com poder e direção de Deus é por isso que vou lutar.

  Graças a Deus que o Senhor olha para as pessoas e não para as instituições.

  Jesus na cruz tratou com os nossos pecados e não com a nossa conta bancária. A Bíblia nos dá princípios para fazermos bom uso da nossa renda, e isso exige trabalho, esforço, e muita disciplina.

  Deus nos ama muito. Muito mais do que ter carro, casa, dinheiro na conta, é ter um relacionamento com Deus por meio de Jesus Cristo.

  Você que é um critico de plantão dos críticos leia o texto com calma - É SEMPRE UMA FALTA DE AMOR JULGAR E CRITICAR? – (disponível no blog), e tire suas conclusões.

  A crítica por crítica, esta é maligna. Mas a crítica para correção, com misericórdia, esta traz frutos de justiça. Graças a Deus pelas críticas que já recebi. Por meio delas me tornei uma pessoa melhor.

  Pense nisso, o melhor de Deus para sua vida, é Jesus. Ele é suficiente! Deus corrige os que amam, pois Ele julgará o seu povo.

Deus abençõe.
Fabio Campos

Soli Deo Gloria!