sexta-feira, 17 de junho de 2011

BÍBLIA SAGRADA. UM LIVRO QUE ESCANDALIZA ALGUNS EVANGÉLICOS


Texto base: 2 Tm 4: 3-4 (ARC) “Porque virá tempo em que não SURPOTARÃO a sã doutrina; mas, tendo grande DESEJO de ouvir COISAS AGRADÁVEIS, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da VERDADE, mas se voltarão às FÁBULAS”

O que tenho percebido no pouco tempo que tenho de caminhada cristã, é o desinteresse pela meditação e estudo sistemático da palavra de Deus, por grande parte dos evangélicos. Vejo pessoas sinceras em Deus, expondo suas opiniões acerca de alguns assuntos sobre a fé cristã, porém sem conhecimento e respaldo bíblico para tais afirmações, fazendo uma eisegese (interpretação manipulada da Bíblia) dos textos Sagrados.

Se pregarmos a Bíblia com sinceridade nos dias atuais, dentro de algumas igrejas, pode ter certeza que, muitos evangélicos se escandalizarão com as mensagens. O Apóstolo Paulo inspirado pelo Espirito Santo escreveu sobre o assunto a dois mil anos atrás, e o pior que não foi “profetada”, o negócio está acontecendo. Até Jesus escandalizou alguns de seus “seguidores” com o seu discurso em João 6. E o que dizer dos profetas do Antigo Testamento. Nem imagino a tristeza que se instalou no coração de Jeremias, que em meio ao cativeiro era taxado de intolerante pela tribo do sul, porque só profetizava desgraça. Os pergaminhos escritos por Baruque, ditados por Jeremias, foram queimados. A diferença para os dias de hoje, é que ao invés da fogueira, as Bíblias são colocadas em cima dos armários empoeirados, limpadas apenas no domingo pela camisa usada pelos “crentes”, afinal, é o dia do Senhor. Isso é muito atual, estamos trocando os verdadeiros profetas pelo os “adivinhadores”. Cadê os Jeremias? Cadê os Luteros? Cadê os Sanavarolas? Existem ainda os sete mil que não se dobraram a baal, ou melhor, a mamom com a teologia da prosperidade?

As coceiras nos ouvidos são atiçadas quando a palavra é pregada genuinamente. Para fugir da sã doutrina, e ofuscar a maravilhosa simplicidade (simplicidade hoje é sinal de fraqueza) do evangelho, igrejas se reúnem em semanários dirigidos por falsos mestres, que preferem às fabulas (falsas visões e “profetadas”), em reuniões sensacionalistas dos “milagreiros”, entre outros absurdos que vemos por esse mundão de meu Deus. Eles sabem que o evangelho de Cristo desafia o pecador, confronta as tradições, “machuca” a natureza pecaminosa, e que quando pregado, os refletores são apagados sobre si. Por não ser tão simpático o chamado ao arrependimento, pregam o que o povo gosta de escutar. O povo adora as historinhas do Saci-Pererê, mula sem cabeça, entre outras lendas. Por isso da facilidade de manipular as pessoas com as “visões” e “pseudo-experiências”.

Acredito que Deus revele algo por meio de visões, e falo com convicção pentecostal que, já tive experiências com Deus, porém o Espirito que dá as mesmas, não se contradiz com o que Ele mesmo já escreveu. Tudo e todos têm que passar pelo crivo das Escrituras, é como disse o apostolo Paulo em Gl 1:8 “Mas ainda que NÓS ou mesmo um ANJO VINDO DO CÉU vos pregue EVANGELHO que vá além do que vos temos pregado, seja maldito”. Nossa cultura sempre foi afetada pelo sincretismo religioso, e isso é perigoso para o crescimento saudável do cristão. Grande parte da igreja brasileira é mística e supersticiosa.

Peço desculpa a você se o texto não está sendo muito simpático, mas como disse Martin Luther King em seu discurso “Além do Vietnã”, proferido na igreja Riverside, em Nova York, em 4 de abril de 1967, “O CHAMADO À FALA É MUITAS VEZES UMA DOLOROSA VOCAÇÃO, MAS PRECISAMOS FALAR”. A verdade tem que ser dita com amor, porém não podemos negligenciar esse chamado.

Gosto muito da descrição “Sola Scriptura”, que é um dos cinco pilares da reforma protestante. Só as Escrituras. Elas são o suficiente. Como disse Martinho Lutero: “Fiz uma aliança com Deus; que Ele não me mande visões, nem sonhos, nem mesmo anjos. Estou satisfeito com o dom das ESCRITURAS SAGRADAS, que me dão instruções abundantes de tudo o que preciso conhecer tanto para esta vida quanto para a que há de vir”.

Meu irmão em Cristo, seu tempo é precioso, gaste-o na presença de Deus, meditando e aprendendo mais as coisas do Senhor, o mesmo que se entregou por amor a você.

Invista tempo na meditação Bíblica, o conhecimento teológico é muito importante, mas você não precisa ser bacharel em teologia para compreender as verdades lá escritas. Salmo 119:130 diz que “a tua palavra esclarece e dá entendimento ao simples”.

Não erre mais por não conhecer as Escrituras e nem o poder de Deus, seja um Bereano (At. 17:11), que independentemente de quem fale, confronta com o que está escrito. Quem fugiu da palavra, foi satanás na tentação de Jesus. O Senhor o derrotou dizendo por três vezes, está escrito... Está escrito... E está escrito. Louvado seja a Deus, a Ele toda glória.

Na dúvida, recorra ao que Deus já falou por meio da sua própria palavra: “Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso” (Rm 3:4)

1 Co 4:6 (ARC) Ora, irmãos, estas coisas eu as apliquei figuradamente a mim e a Apolo, por amor de vós; para que em nós APRENDEIS a não ir além do que está ESCRITO”

Nele,
Fabio Campos
Sola Scriptura!