terça-feira, 7 de dezembro de 2010

A LUZ QUE BRILHA NAS TREVAS


Salmo 18:28 “Tu, Senhor, manténs acesa a minha lâmpada, o meu Deus transforma em luz as minhas trevas”
Quem nunca quando criança teve por um momento medo do escuro? Lembro-me que na hora de dormir, tinha muito medo. Acreditava eu que, a qualquer momento uma mão poderia encostar-se em meu ombro sem nenhum paradeiro; que sinistro não é mesmo?
Viver em um lugar escuro é muito ruim, pois a escuridão nos dá uma sensação de luto, tristeza, do fim de alguma coisa. Viver em trevas é viver sem rumo, é se deixar levar pelo o que dizem ou pensam de você. É não poder enxergar o mapa que mostra o caminho até a tomada onde se acende a luz.
Existem momentos da nossa caminhada com Deus que tudo parece estar escuro. São tantas aflições, decepções, fadigas, cobranças de todos os lados, que por um momento somos invadidos pelas trevas. Uma escuridão brota em nosso coração, e a esperança aos poucos vai se acabando. Sem perceber, assim como no deitar, não temos a lembrança da hora exata a qual pegamos no sono, assim também acontece quando deixamos que as trevas ganhem espaço em nossa alma.
Diante disso tudo, onde podemos colocar a pouca esperança que ainda nos resta? Em nossa força? Não, Pois já estamos esgotados! Em nosso intelecto? Também não, pois existem pessoas mais inteligentes do que nós, e não estão nem um pouco preocupadas se você conseguirá se levantar ou se afundar mais ainda na escuridão.
No salmo 27:1 diz que “O Senhor é a minha luz e a minha salvação de que terei temor? O Senhor é o meu forte refugio, de que terei medo?”
Tanto nesse versículo que acabamos de ler, quanto ao que esta no início do texto, a palavra “LUZ” tem a mesma conotação, ou seja, quando falamos “O Senhor é a minha LUZ”, é confessar confiança Nele, uma confiança inabalável em seu caráter.
Quando a chama que existe dentro de você estiver sendo apagada pelas trevas, clame ao Senhor. Ele não desampara um filho seu conforme diz o Salmista em Salmo 120:1 “Na minha angustia clamo ao Senhor, e Ele me ouve”.
Nós temos um salvador de verdade. Não mais um dos milhares com titulo apenas de “salvador”, e nem tão pouco mais um sábio dentre muitos que surgiram nesse mundo, trazendo seus conceitos e filosofias que, uma vez seguidos, a felicidade é “garantida”. Nós temos um que pagou a nossa divida com sua própria vida, morrendo em nosso lugar. Nós não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porem sem pecado.
Jesus conhece nosso coração, e sabe que por causa das intempéries da vida, às vezes por um momento, nosso coração pode ser tomado pelas trevas. As trevas do desanimo, as trevas do cansaço, as trevas do stress, as trevas da ira.
No capitulo 1 do evangelho de João, versículo 9 diz “Nele estava a vida, esta era a LUZ dos homens. A LUZ brilha nas trevas, e as trevas não a derrotaram”. Se você esta em Cristo Jesus, mesmo passando por um momento de trevas, lembre-se, as trevas jamais derrotarão a LUZ.
Tire esse fardo de suas costas, se entrega a Jesus, pois Ele mesmo disse “Vinde a mim todos vocês que estão cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei”. Se entregue a Ele de verdade, pois Ele jamais te rejeitará. O seu amor é pra sempre.
Mesmo sem merecer, diante de tudo isso, você poderá dizer para o seu Senhor e Salvador “Tu, Senhor, manténs acesa a minha lâmpada, o meu Deus transforma em luz as minhas trevas”
Sorria você esta sendo iluminado.
Deus abençoe!
Fabio Campos
Sola Christus

Nenhum comentário:

Postar um comentário