sábado, 6 de novembro de 2010

TROCANDO JESUS POR PORCOS



Texto: Marcos: 5, 1-20 (Jesus e o endemoninhado de Gadara)

          O poder maligno sobre a vida de uma pessoa pode ser muito forte, pois vemos que o único capaz de barrar esta ação é Jesus de Nazaré.

          Satanás age com força por meio de pequenas sutilezas, como é o caso desse trecho que se encontra no evangelho de Marcos.  

          Quando nos deparamos com esse texto, a primeira impressão que temos é de que satanás só está agindo na vida daquele homem possesso explicitamente. E nos esquecemos dos que estavam “totalmente em si”, quando expulsaram Jesus da cidade. Gadara não reconheceu o amor do mestre para com eles, e foi nesta circunstância que, satanás ganhou força, uma força muito maior que a do homem que estava endemoninhado. Como um câncer que mata aos poucos sem avisar a hora do checkmate.

          O povo preferiu ficar com os porcos que eram considerados impuros na época ainda que não fosse em Jerusalém, porque sua criação era o grande negócio do momento na decápolis.

          O diabo é forte nas sutilezas, nos bastidores, por de traz das máscaras, e por fim, no coração do homem. Jesus mesmo disse que, do coração é que saem os assassinatos, adultérios, roubos e outras séries de coisas ruins nas quais nos deparamos ao nosso redor. Sua manifestação quando visível, o homem tende a ser cauteloso, mas quando camuflada, corremos um sério perigo de trocar Jesus por porcos. Aquele o qual taxávamos como endemoninhado, vemos livre aos pés de Cristo querendo serví-lo de todo o coração.

          Que Deus nos dê o discernimento para distinguirmos o que é de Deus e o que é do diabo. Não somente no que estamos acostumados a escutar, mas em coisas que achamos de menos importância e que, quando não cuidadas, de pequenas serpentes, viram grandes dragões.

Deus abençõe!

Fabio_Campos
Soli Deo Gloria

Nenhum comentário:

Postar um comentário